Transtorno do Pânico

Um ataque de pânico é um período breve em que a pessoa sente angústia, ansiedade ou medo extremos, que têm início súbito e são acompanhados por sintomas físicos e/ou emocionais. A síndrome do pânico consiste em ataques de pânico recorrentes que causam uma preocupação excessiva com ataques futuros e/ou modificações de comportamento para evitar situações que poderiam desencadear um ataque.A síndrome do pânico é um tipo de transtorno de ansiedade que se caracterizada por crises inesperadas.



Causas:

Ainda não se sabe a causa exata, mas a ciência diz que há fatores que podem influenciar isso. Como por exemplo a genética, o tipo de temperamento da pessoa, o estresse e as mudanças cerebrais que acontecem, como uma reação, a episódios específicos.

De acordo com pesquisas, a síndrome do pânico e suas crises de ansiedade são mais comuns em mulheres do que em homens.



Sintomas:

Um ataque de pânico implica no surgimento súbito de medo ou desconforto intensos e no mínimo em quatro dos seguintes sintomas físicos e emocionais:


  • Dor ou desconforto no tórax

  • Uma sensação de engasgo

  • Vertigens, instabilidade postural ou desmaios

  • Medo de morrer

  • Medo de enlouquecer ou de perder o controle

  • Sensações de irrealidade, estranhamento ou distanciamento do meio em que vive

  • Agitação ou arrepios

  • Náuseas, dores gástricas ou diarreia

  • Sensação de dormência ou formigamento

  • Palpitações ou frequência cardíaca acelerada

  • Falta de ar ou sensação de asfixia

  • Sudorese

  • Tremores ou espasmos

Você sabia que...

Embora os ataques de pânico causem sintomas que afetam o coração e outros órgãos vitais, eles não são perigosos.

Muitas pessoas com síndrome do pânico também têm sintomas de depressão.



Sintoma do medo de ter uma crise de ansiedade

Além de todos os sintomas, as pessoas que passam por uma crise, pode ter um medo ainda maior em viver isso novamente.



Diagnóstico da síndrome do pânico

O diagnóstico é feito a partir de uma avaliação psicológica, mas pode ser necessário também análises físicas através de exames, para descartar a possibilidade de qualquer outra doença.

É importante que você tenha em mente todas as sensações e sintomas que você tem sentido para relatar ao especialista para que se avalie se realmente foi uma crise de ansiedade e, assim, tratar os sintomas da melhor forma possível.



Remédio para Síndrome do Pânico, existe?

Antidepressivos e/ou ansiolíticos

Psicoterapia, incluindo terapia de exposição

Existe remédios que controlam os sintomas, mas devem ser indicados por um psiquiatra. Além disso, o tratamento varia de pessoa para pessoa.

O mais indicado para crises muito sérias é um tratamento combinado de remédio e psicoterapia, mas desde que seja acompanhado e indicado por um médico.



Tratamento

A abordagem cognitivo-comportamental está entre os melhores tratamentos para as pessoas que tem o transtorno de pânico. Esse tipo de terapia foca em duas frentes:

Cognitiva: reconhece os estímulos internos, como por exemplo pensamentos, emoções e sensações. Além disso, busca mudar os padrões de interpretação.

Comportamental: foca na mudança de comportamentos da pessoa e, com isso, tendem a melhorar a qualidade de vida e o bem-estar.



Referências: msdmanuals.com/pt-br/casa/distúrbios-de-saúde-mental/ansiedade-e-transtornos-relacionados-ao-estresse/ataques-de-pânico-e-síndrome-do-pânico


2 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo

Transtorno de Ansiedade de Separação

Os transtornos da ansiedade são provavelmente a psicopatologia mais comum na juventude, com uma prevalência estimada entre os 5% e os 25% a nível mundial e apenas uma percentagem menor recebe tratamen

Transtorno de Ansiedade Generalizada (TAG)

A ansiedade é uma reação normal do ser humano diante de situações que podem provocar medo, dúvida ou expectativa. No entanto, quando esse sentimento persiste por longos períodos de tempo e passa a int

Agorafobia

Agorafobia é um dos transtornos de ansiedade mais comuns. Muitas vezes se desenvolve após a ocorrência de alguns episódios de ataques de pânico. Entre as evidências e sintomas mais comuns estão o medo